segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O NINHO DA HOTCHKISS

 Subindo o morro entrei em mais uma trincheira da revolução de 1932 na Região do Túnel da Mantiqueira. O mato segue crescendo bem rápido com as chuvas que vem caindo nos últimos dias, o que inviabilizará as próximas caçadas, então é necessário aproveitar o tempo restante. Segue abaixo os resultados desta última caçada, tudo indica que o lugar seria um ninho de metralhadora pois a quantidade de capsulas é muito grande e a quantidade de clips (pentes) que eram usados no fuzil mauser é bem pequeno.



 Um achado  muito interessante: uma medalhinha de Nossa Senhora das Graças bem dentro de uma trincheira, deu até para imaginar o soldado com ela sob fogo cerrado, pedindo por sua vida.

 Um clip com munição.
 Como as capsulas são ejetadas na hora do tiro, elas foram recolocadas ali por algum soldado.
 primeira leva de achados



 Buraco de explosão de artilharia

 segunda leva


 resultado final

 Uma lata de sardinhas e estilhaços

Os achados depois da limpeza:

 



 Dois estilhaços que se unem perfeitamente


 
 Notem: as espoletas ainda possuem um esmalte azul

2 comentários:

  1. Qual é a estampa dos estojos com o esmalte azul, da pra ler?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vandeir,infelizmente apesar do esmalte ter sido preservado as inscrições se apagaram com o tempo.Só da para ler a letra F

      Excluir